Sexta-feira, 25 de abril de 2014
Fale conosco
Clipping

Os benefícios da Ginástica laboral (15/8/2011)

É comum em empresas preocupadas com a saúde e bem-estar físico e mental de seus colaboradores, disponibilizarem profissionais da área de educação física para a realização de ginástica laboral.

Muitas pessoas não sabem, mas aquela pausa no trabalho para a realização de uma atividade física é muito importante e pode fazer grande diferença na rotina diária, influenciando inclusive, no desempenho profissional.

Define-se como ginástica laboral, toda atividade física orientada realizada no local de trabalho. Trata-se de exercícios rápidos e práticos, que estimulam, relaxam e equilibram o corpo, com o objetivo de reduzir e prevenir as lesões que possam ser provocadas por movimentos repetitivos. É importante que os mesmos sejam realizados no mínimo, duas vezes na semana.

De acordo com a Educadora Física do serviço de Medicina Preventiva da Unimed Campo Grande, Cosma Regina da Silva [CREF 002612-G/MS], a ginástica laboral trabalha a reeducação postural, alivia o estresse, reduz o sedentarismo, aumenta o ânimo para o trabalho, melhorando o desempenho profissional e ainda, previne lesões e doenças por traumas cumulativos, como a LER (Lesão por esforço repetitivo) e o DORT (Distúrbios osteomoleculares relacionados ao trabalho).

“A ginástica laboral reduz a incidência das dores e lesões mais comuns, como lombalgia, cervicalgia e tendinites, causadas, dentre outros fatores, por estresse e má postura. Ela não sobrecarrega nem cansa o funcionário, porque é leve e de curta duração. Ela é uma medida preventiva contra lesões”, explica Cosma.

A educadora física da Unimed Campo Grande apresenta ainda, dicas para evitar lesões e manter a postura adequada e o corpo saudável em seu dia-a-dia.

Dicas:
·               Nunca virar o tronco abruptamente, os pés devem acompanhar o movimento do corpo
·               Não fique sentado durante horas seguidas; levante durante cinco minutos, caminhe, alongue os braços e pernas e volte ao trabalho
·               Coloque um apoio nos pés que possibilite mantê-los em um ângulo aproximado de 90 graus.
·               Regule o encosto e o assento da cadeira de acordo com sua altura
·               Evite apoiar os pés nas rodinhas da cadeira.
·               Ao escrever no computador, mantenha o cotovelo na mesma altura da mesa
·               Coloque o monitor do computador a uma distância de 40 a 60 cm do rosto.
·               Para digitar utilize apoios para o punho e o cotovelo, assim alivia o ombro
·               Quem fica longo tempo em pé, deve evitar ficar apoiado em uma só perna.   
·               Aproveitar as aulas dadas pelos profissionais da área, se a empresa oferecer este benefício.
Seguindo estas dicas e dedicando alguns minutos de seu dia à prática da ginástica laboral, com certeza seu desempenho no trabalho será melhor, além de proporcionar mais qualidade de vida.

Fonte:  A Crítica

O Conselho Legislação Sistema CONFEF/CREFs Registrados Inscrição Comunicação Utilidades Eleição CONFEF 2012