Comunicação

Comunicação

Clipping

Conselho Federal de Educação Física presta homenagem a Pelé13/01/2023

Uma brilhante e vitoriosa trajetória no esporte. Assim podemos definir a vida de Edson Arantes do Nascimento [CREF 100000-G/SP], o Rei Pelé. O que muita gente não sabe, porém, é que além das conquistas no Futebol, Pelé foi um grande entusiasta da educação, tendo se graduado em Educação Física ainda na década de 70.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente do Conselho Federal de Educação Física, Cláudio Boschi [CREF 000003-G/MG], destacou a importância do atleta para além do esporte. “O Pelé sempre defendeu que ex-atletas continuassem estudando. A educação é o que garante a reinserção desses jovens atletas na sociedade. E ter alguém como ele, o Rei do Futebol, mostrando que era possível apesar das dificuldades, foi extremamente simbólico”.

Em 2010, junto com a escolha do Brasil para sediar os Jogos Olímpicos, iniciaram os debates sobre os impactos positivos que o megaevento poderia promover. Pelé, agora formado e registrado no Conselho, usou sua visibilidade para defender os legados socioeducacionais dos Jogos em campanha institucional do Conselho Federal de Educação Física.

“Foi uma honra para todos os profissionais de Educação Física tê-lo conosco nessa missão. Ele é um exemplo a ser seguido e tenho certeza que seguirá inspirando as futuras gerações não apenas na carreira esportiva, mas também acadêmica”, defende Boschi.

Formação

Pelé se formou em Educação Física pela Universidade Metropolitana de Santos em 1974. Em agosto de agosto de 2018, recebeu da instituição o título de Doutor Honoris Causa, maior honraria acadêmica atribuída pela Academia a um cidadão que teve papel participativo em algum âmbito do saber.

“A importância desse título é a mensagem que posso deixar para os amigos, familiares, as novas gerações. Tem de ter uma base, tem de estudar, porque a fama só não adianta. Tive a felicidade de me formar na Unimes e esse é o grande valor desse título”, disse o Rei, após receber a honraria, conforme reportagem do UOL. 



Fonte: Blog Anselmo Santana