CONFEF - Conselho Federal de Educação Física
Comunicação

Comunicação

Notícias

Comissão do Esporte defende atividade física como essencial na pandemia03/05/2021

A Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados (CESPO) realizou, no dia 05/04, uma audiência pública para debater a importância do Profissional de Educação Física para a saúde preventiva e sua essencialidade.

Mediado pelo deputado Felipe Carreras, presidente da CESPO, o debate contou com a participação do presidente do CONFEF, Claudio Boschi, do ministro da Cidadania, João Roma, da Diretora do Departamento de Promoção da Saúde do Ministério da Saúde, Juliana Rezende, do presidente da Associação Brasileira de Academias (ACAD), Ailton Mendes, além do membro da Câmara Técnica de Medicina do Esporte do Conselho Federal de Medicina (CFM), Dr. Hesojy Gley Pereira.

Os participantes fortaleceram o entendimento de que a Educação Física é essencial para a promoção e manutenção da saúde e defenderam a necessidade dos Profissionais de Educação Física continuarem exercendo as atividades durante a pandemia, seguindo os protocolos de prevenção contra a COVID-19.

O presidente do CONFEF, Claudio Boschi [CREF 000003-G/MG], apresentou um panorama da atividade física e do desporto nacional, ressaltando a importância da orientação profissional. “A prática de atividade física por si só não basta. Ela precisa ser orientada por um profissional habilitado, com formação acadêmica e profissional para tal”, defendeu.

O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que a atividade física é parte crucial da saúde e do desenvolvimento do sistema imunológico. A Secretaria Especial do Esporte é ligada ao ministério. Respondendo a uma pergunta da deputada Flávia Morais sobre a situação das academias de ginástica, que vêm fechando as portas por não conseguirem se manter no cenário de pandemia, João Roma afirmou que há algumas perspectivas.

“Nós temos expectativa de um pacote do Ministério da Economia, assim como no ano passado ocorreu, para dar um certo alívio econômico, tanto na questão da flexibilização do emprego quanto em novos financiamentos, linhas de crédito para algumas atividades específicas. ”

Ailton Mendes [CREF 002627-G/SP], presidente da Associação Brasileira de Academias, cobrou uma lei clara que trate da “essencialidade” das academias.

Após todos os debates, a Comissão do Esporte encaminhou um ofício para todos os Governadores e Prefeitos de capitais do Brasil solicitando a reabertura das academias e espaços que promovem exercícios físicos.

A audiência está disponível na íntegra aqui.

Autor: Com informações da Agência Câmara de Notícias