Comunicação

Comunicação

Clipping

Exercício regular diminui risco de ansiedade em cerca de 60%23/11/2021

Estima-se que os transtornos de ansiedade, que normalmente se desenvolvem no início da vida, afetem aproximadamente 10% da população mundial, e são duas vezes mais comuns em mulheres. E embora o exercício seja uma das estratégias para o tratamento da ansiedade, ainda se sabe pouco sobre quantidade, intensidade ou nível de aptidão física do exercício sobre o risco de desenvolver transtornos de ansiedade. Pesquisadores da Suécia publicaram um estudo na Frontiers in Psychiatry para mostrar que aqueles que participaram da maior corrida de esqui cross-country do mundo (Vasaloppet), entre 1989 e 2010, tiveram risco significativamente menor de desenvolver ansiedade em comparação com não esquiadores durante o mesmo período.

A pesquisa é baseada em dados de quase 400 mil pessoas e é um dos maiores estudos epidemiológicos de toda a população em ambos os sexos. Segundo os cientistas do Departamento de Ciências Médicas Experimentais da Universidade de Lund, na Suécia, o grupo com um estilo de vida mais ativo fisicamente teve um risco em torno de 60% menor de desenvolver transtornos de ansiedade durante o período de acompanhamento de até 21 anos. E essa associação foi observada em homens e mulheres. Os autores do estudo encontraram, entretanto, uma diferença importante entre homens e mulheres. (...)



Fonte: Eu Atleta