CONFEF - Conselho Federal de Educação Física
Comunicação

Comunicação

Notícias

CREF20/SE flagra cinco pessoas por exercício ilegal da profissão03/07/2018

Entre os dias 15 e 19 de junho, o CREF20/SE realizou visitas a academias e espaços que são usados para prática de atividades físicas, buscando dar prioridade as denúncias que foram recebidas pelo Conselho.

Oito municípios receberam a fiscalização no período. Sendo eles, Divina Pastora, Carira, Malhador, Riachuelo, Boquim, Indiaroba, Santa Luzia do Itanhy e Lagarto.

Foram flagradas cinco pessoas exercendo ilegalmente a profissão, três academias sem registro, três estágios irregulares, dois em desvio de função, e quatro academias sem supervisão.

Diego Vidal [CREF 001363-G/SE], supervisor de orientação e fiscalização, destaca a importância das denúncias para o trabalho dos fiscais do CREF20/SE e que as denúncias precisam conter o máximo possível de informações.  

“Quando a denúncia chega bem detalhada, com dia da semana, horário o qual ocorre a irregularidade, imagens, contribui bastante para nosso trabalho e êxito no flagrante. Deixando claro que mesmo solicitando a identificação para efetuar a denúncia, a identidade de quem faz a denúncia é mantido em sigilo, apenas os fiscais têm acesso as informações passadas, ” ressaltou Diego Vidal.

A fiscalização do exercício profissional é uma ação desenvolvida pelos Conselhos Regionais das profissões regulamentadas, com vistas a assegurar a oferta de produtos e serviços produzidos pelos profissionais habilitados e registrados nos respectivos Conselhos Profissionais com segurança e qualidade para a população.

Contestação de Auto de Infração
No site do CREF20/SE, os profissionais e donos de academias que foram autuados podem fazer o download dos formulários de Contestação de Auto de Infração. Os formulários devem ser preenchidos com letra legível e enviados para o CREF20/SE junto com os anexos: cópia da notificação, procedimentos (caso já existam), e documentos comprobatórios das justificativas apresentadas na contestação, num prazo de 15 dias da autuação.
 

Autor: Comunicação - Confef