Comunicação

Comunicação

Clipping

Veja os riscos da falta de atividade física na quarentena17/06/2020

Uma pesquisa publicada pelo Journal of the American Medical Association (JAMA) mostra que mesmo adultos fisicamente ativos tendem a apresentar piora no metabolismo após diminuírem o número de passos diários em um período curto de tempo. O estudo norte-americano avaliou as alterações metabólicas em homens que, por duas a três semanas, diminuíram a quantidade de passos diários de 6 mil a 10 mil para até 1,5 mil. Como consequência da falta de atividade física, os homens avaliados apresentaram diminuição da sensibilidade à insulina, piora do metabolismo lipídico pós-prandial e perda de massa muscular com aumento de gordura visceral.

Mas a quarentena e o distanciamento social também podem trazer outros impactos. Segundo Dr. Antônio Krieger, médico ortopedista especialista em coluna, ficar muito tempo sentado ou deitado pode ocasionar uma série de dores nas costas e afetar, principalmente, a coluna lombar.



Fonte: iBahia