Comunicação

Comunicação

Clipping

Atividade orientada melhora humor de quem tem depressão04/11/2019

A prática de atividade física é uma das indicações para o tratamento de depressão. Mas um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Iowa, nos Estados Unidos, mostrou que exercícios físicos orientados por um profissional podem ter ainda mais efeito positivo sobre o humor de mulheres com depressão.

Cientistas especulam que malhar causa a liberação de várias proteínas e outras substâncias bioquímicas por todo o corpo. Essas substâncias podem entrar na corrente sanguínea, viajar para o cérebro e, provavelmente, iniciar processos neurais que afetam a forma como nos sentimos emocionalmente.

Para Jacob Meyer, professor assistente de cinesiologia da Universidade Estadual de Iowa, o prazer sentido após um atividade física pode estar relacionada aos endocanabinoides — substâncias psicoativas autoproduzidas, semelhantes aos compostos da maconha. Criados em muitos tecidos do corpo o tempo todo, os endocanabinoides se ligam a receptores especializados em nossos cérebros e sistemas nervosos e ajudam a aumentar a calma e melhorar o humor, entre outros efeitos.

Para comprovar sua tese, o cientista analisou amostras de sangue de mulheres colhidas antes e depois da prática de atividades físicas de intensidades variadas. Parte delas realizou exercícios de acordo com a própria vontade e a outra parte, sob orientação profissional. As análises dos materiais biológicos mostraram que naquelas cuja atividade foi de intensidade moderada e realizada sob orientação, os níveis de endocanabinoides foram maiores do que naquelas que fizeram atividades moderadas sem acompanhamento profissional.

O exercício físico traz outros benefícios para a saúde, como lista Luiz Felipe Sinforoso [CREF 020611-G/RJ], profissional de educação física e diretor técnico da Planet Health.

— O exercício físico regular auxilia na distração dos estímulos estressores, melhora a qualidade de vida, estimula o autocontrole, ajuda na respiração, influencia o sistema nervoso central — afirma Luiz.

Engana-se quem acha que é preciso passar muito tempo se exercitando para aproveitar os benefícios.

— Não pense que treinar é passar o dia na academia, ficar com o corpo escultural. Muitas vezes bastam 40 minutos de atividade física para transformar sua vida — diz Felipe Goulart, conselheiro do Conselho Regional de Educação Física.

O professor Jacob Meyer acredita, entretanto, que são necessários outros estudos para comprovar a teoria.


Fonte: Extra