Comunicação

Comunicação

Clipping

Bom profissional de educação física faz a diferença nos treinos25/10/2019

(...) O Júlio se olhava no espelho e nem se achava tão gordo assim, mas aí bateu um peso na consciência. Neste momento, a vida dele deu uma virada. O sedentarismo ficou no passado e ele começou a praticar atividade física. Só que em todo o processo de emagrecimento, não houve acompanhamento profissional e aí aconteceram duas lesões. 

As caminhadas e corridas pelo parque quase colocaram em risco todo o esforço para emagrecer. "Comecei a correr por conta e tive uma lesão um pouco mais simples na panturrilha. Me recuperei, continuei o processo de emagrecimento, cheguei aos 70kg e comecei a me preparar para uma meia maratona. Os treinos para a meia maratona começaram a ficar mais intensos, foi quando eu me lesionei mais sério, tive uma lesão na coluna, e fiquei três meses afastado.

Força de vontade sobrava para o Júlio, mas faltava o acompanhamento de um profissional de Educação Física. (...)



Fonte: R7