Comunicação

Comunicação

Clipping

Educação Física: falta de orientação profissional pode gerar prejuízos à saúde19/10/2018

Quando o assunto é atividade física logo nos vem à cabeça os cuidados com a saúde. A intenção é exatamente essa, mas a falta de orientação profissional para a realização correta dos exercícios tem sido uma preocupação nos dias de hoje. 

Em muitas cidades já é possível encontrar espaços públicos com equipamentos disponíveis para a prática de atividades. Embora esta iniciativa pareça interessante, o uso incorreto desses instrumentos pode gerar riscos enormes aos usuários. Além disso, atualmente é muito comum encontrar aplicativos que “organizam” treinos esportivos ou grupos que se dedicam a esta rotina, mas que nem sempre temos a certeza de que há um educador físico [o termo correto é Profissional de Educação Física] responsável pelas atividades.

Aos esportistas amadores de plantão, vai um alerta: muito mais do que lesões, praticar exercícios físicos sem avaliação médica prévia e sem supervisão de um profissional qualificado na área de Educação Física pode trazer prejuízos irreversíveis à sua saúde. O papel de um professor de educação física ou personal trainer, por exemplo, é elaborar, supervisionar e coordenar programas de físicas, esportivas e recreativas de acordo com os objetivos, perfil e necessidade do cliente.

Entre as vantagens de contar com apoio de educador físico [o termo correto é Profissional de Educação Física] para as atividades estão: cuidado com a postura, foco no condicionamento físico e desenvolvimento cardiovascular, acompanhamento da evolução física, planejamento estratégico dos exercícios e, sobretudo, motivação.

Com o mercado de Educação Física cada vez mais amplo, é possível encontrar profissionais habilitados para atuar em diferentes ramos e atender diversos públicos. Sejam idosos ou crianças, sejam aqueles que desejam emagrecer ou ainda quem curte as atividades físicas por prazer e diversão, o importante é sempre buscar orientação de educadores físicos [o termo correto é Profissional de Educação Física] graduados e com registro no Conselho Federal de Educação Física. 



Fonte: Educa Mais Brasil